PUBLICIDADE

Pastora Flordelis é acusada de ter vida dupla, confira os detalhes contados por testemunha

A parlamentar e pastora Flordelis se enrola cada dia mais em acusações sobre crimes e sua "vida dupla" fora da igreja.

Um caso de assassinato ocorrido em junho de 2019 colocou a polícia com os olhos voltados para a parlamentar e pastora Flordelis dos Santos de Souza, muito conhecida no mundo evangélico.

PUBLICIDADE

Flordelis era mulher do pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho do ano passado, e é apontada como a principal mandante do crime. O caso segue em investigação, mas o que tem chamado a atenção para a mulher do pastor morto é a suposta “vida dupla” que a política levava fora do reduto da igreja.

Certa testemunha do caso, uma empresária de 32 anos, afirmou que, em um dos cultos da igreja onde Flordelis congregava como pastora, uma supervisora reconheceu a parlamentar como sendo uma assídua frequentadora de uma casa de Swing que também frequentava.

A empresária afirma saber por essa supervisora que Flordelis possuía um quarto fixo no estabelecimento, além de que manter um quarto nesse tipo de localidade custa muito caro. A mesma testemunha também falou que foi na casa da pastora uma vez, em dias considerados proibidos pelos fiéis da igreja, e que, quando entrou na casa da pastora, encontrou ela, o marido (o pastor Anderson), a filha e o genro do casal seminus pela casa, enrolados apenas em toalhas.

PUBLICIDADE

Continua na próxima página

Por conta da vida dupla recém descoberta da deputada federal, inúmeros fiéis resolveram abandonar a igreja onde Flordelis é pastora. Eles contam numa reportagem do canal SBT que foram perseguidos pela política e seus filhos.

PUBLICIDADE

Essa revelação atinge com força o mundo evangélico, que conhece bem a figura de Flordelis , como deputada, pastora e exemplo de mãe de família, ou pelo menos era assim que a pastora gostaria de ser eternamente conhecida.

A repercussão do caso está cada vez maior na internet, com as recentes revelações realizadas por uma fiel da igreja, e desde então os internautas estão comentando ainda mais sobre o caso da pastora.

Autor