PUBLICIDADE


Polícia conclui inquérito contra Felipe Prior, e família do ex-BBB vibra: ‘Verdade sempre vai prevalecer’

Felipe Prior, ex-integrante do "BBB20", foi acusado de estupro e tentativa de estupro por 3 mulheres.

O ex-BBB Felipe Prior foi denunciado por algumas mulheres que o acusaram de abuso nos anos de 2014, 2016 e 2018. Tais acusações foram divulgadas em rede social e na grande mídia em meados de abril deste ano, quando o arquiteto havia acabado de ser eliminado da vigésima edição do reality show da Rede Globo de televisão.

PUBLICIDADE


A partir daí, a polícia iniciou as investigações, o acusado se apresentou e foi ouvido, assim como as mulheres que fizeram as denúncias, na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher, do estado de São Paulo.

Felipe Prior no BBB20 Foto ReproduoGlobo

Na terça-feira, dia 04 de agosto, a delegada do caso concluiu as investigação e enviou ao Ministério Público, que poderá arquivar o inquérito que foi tramitado no mais absoluto sigilo judicial.

PUBLICIDADE


Ao saber da decisão da polícia, a família de Felipe Prior comemorou, seu Edmir, pai de Prior, se pronunciou dizendo que “a verdade sempre vai prevalecer”.

A advogada Carolina Pugliese, que defende o ex-BBB, disse em nota que a defesa nunca duvidou da inocência de Felipe Prior, e estavam cientes de que a justiça seria feita. Além disso, ela reconheceu e enalteceu o trabalho da Drª Maria Valéria Pereira Novaes, delegada que esteve à frente das investigações.

PUBLICIDADE


Em contrapartida, as advogadas Juliana de Almeida Valente e Maíra Machado Frota, que representam as mulheres que denunciaram o arquiteto Felipe Prior, emitiram nota de repúdio diante da conclusão da delegada da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher de SP.

Autor