PUBLICIDADE

Polícia encontra mensagens da irmã de Jairinho no telefone de Monique: ‘você é mãe dedicada’

Horas depois do atestado de óbito do menino Henry, Thalita mandou mensagem.

A perícia realizada no telefone de Monique Medeiros revelou que Thalita, irmã mais nova do vereador Jairo Souza, mandou mensagens para a cunhada logo após a morte do menino. Horas depois do atestado de óbito do menino Henry, Thalita mandou mensagem.

PUBLICIDADE

“Oi, meu amor. Estou aqui orando por você. O que precisar, conte comigo”, escreveu. Já no dia 11, Thalita escreveu: “Cunhada, queria poder te dizer algo que amenizasse a sua dor. Como não posso, quero que saiba que estou aqui para o que der e vier. Te amo”.

No mesmo dia, a fisioterapeuta voltou a escrever para Monique. “Cunhada… você é uma mulher extraordinária, uma mãe dedicada, fica tranquila! Você será feliz! Deus tem promessas para a sua vida!”, dizia a mensagem. Monique respondeu, um minuto depois, “Obrigada”.

Depois, Monique afirma não querer “presente nenhum” e agradece a Jairinho por ter organizado e pago por toda a cerimônia do funeral do menino Henry. Thalita é apontada como interlocutora de outras testemunhas que mentiram em depoimento a polícia.

PUBLICIDADE

As mensagens foram recuperadas do celular de Monique e haviam sido apagadas. O jornal Extra divulgou as mensagens. Thalita desempenha um papel importante na vida política do irmão, sendo apontada pelas investigações como o “braço-direito” de Jairinho.

Thalita também foi ouvida em depoimento, onde minimizou as brigas da relação conturbada entre Monique e Jairinho. Ela também negou ter visto ou presenciado qualquer comportamento agressivo do irmão contra o menino Henry, ou qualquer outra criança.

PUBLICIDADE

Autor