PUBLICIDADE


Polícia investiga possível feminicídio: homem e mulher recém-divorciados são encontrados mortos a tiros dentro de carro em estacionamento de shopping

Seguindo informações de testemunhas, a polícia trabalha a hipótese de crime de feminicídio seguido de suicídio.

O estacionamento do CG Office Mall, em Campo Grande, na Zona Oeste, foi palco de um crime que ainda precisa ser esclarecido. A investigação está sendo conduzida pela Delegacia de Homicídios da Capital.

PUBLICIDADE


De acordo com os dados da polícia, um casal foi encontrado sem vida dentro de um carro no estacionamento. Ambas as vítimas apresentavam marcas de tiros, apontadas como as causas da morte. O mistério agora é quem disparou e o porquê.

Seguindo informações de testemunhas, a polícia trabalha a hipótese de crime de feminicídio seguido de suicídio. Rose Machado teria sido assassinada, aos 62 anos, pelo ex-marido, identificado como Antonio Carlos Pires.

De acordo com declarações de pessoas próximas à família, Rose havia pedido divórcio depois de um casamento de 30 anos. Os dois estavam separados há cerca de 2 meses, mas Antonio Carlos não se conformava com o término do relacionamento.

PUBLICIDADE


Rose era psicóloga e tinha um consultório no CG Office Mall, então seu ex-marido teria ido até o local para conversar com a ex-mulher. De acordo com uma das hipóteses do G1, a arma usada no crime pertencia a um amigo de Antonio.

Testemunhas que estavam no estacionamento alegam ter ouvido gritos vindos do carro e, em seguida, o som dos disparos.

PUBLICIDADE


Informações do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro apontam um aumento preocupante em casos de violência doméstica contra a mulher durante o ano de 2020. Entre janeiro e setembro, mais de 4 mil casos foram registrados.

Autor