PUBLICIDADE

Quatro professoras, morreram após complicações da Covid-19, nos últimos 3 dias, em MT

Segundo as estatísticas, MT já tem mais de duzentos e setenta e quatro mil, casos confirmados da doença, e mais de seis mil mortes na decorrência da doença.

Quatro professoras morreram vítimas da doença do coronavírus, em municípios diferentes de Mato Grosso. De acordo com o Sindicado dos Trabalhadores no Ensino Público de MT, as professoras trabalhavam em quatro lugares diferentes, sendo em Várzea Grande, Cuiabá, chapada dos Guimarães, Jaciara e Cáceres.

PUBLICIDADE

Uma das professoras, Tânia Valéria Silva, veio a óbito no último sábado, depois de ter contraído a doença em Várzea Grande. Em 2019, Tânia foi professora de matemática, no ensino escolar Licínio Monteiro, situado em Várzea Grande, mas atualmente encontrava-se trabalhando em uma Creche Municipal Espaço Livre, em Cuiabá.

No mesmo final de semana, outra professora também foi mais uma das vítimas da doença. Mariuza Pereira Mota, estava dando aulas em outra escola de Cuiabá. Em 2017, a professora assumiu o cargo na educação estadual, após o seu último concurso público. Logo após, ela conseguiu uma vaga, na escola Heliodoro, dando aulas de matemática até ao momento que ficou infectada com a doença.

Já em Chapada dos Guimarães, perdeu outra professora que já estava aposentada, Valdeci Maria Borges Albino, também morreu aos 61 anos após complicações da doença, neste domingo (14). Ela foi professora e atuou também como coordenadora pedagógica, no ensino escolar no município de Chapada dos Guimarães.

PUBLICIDADE

Ainda no domingo, além das professoras, o secretário da Escola Estadual Criança Cidadã, Paulo Antônio Ribeiro dos Santos, também foi mais uma vítima, em Cáceres, tinha 35 anos.

E por último, na segunda-feira, morreu a professora Márcia Leonor Fagundes, em Jaciara, tinha 50 anos, e foi mais uma vítima da doença. Ela permanecia internada desde o dia 11 desse mês. Carlos Magno, professor e marido de Márcia, também permanece internado, intubado e sedado mas o quadro de saúde é estável.

PUBLICIDADE

Autor