PUBLICIDADE


‘Que distância? Isso é Brasil’: mulher comenta situação dos trens no Rio de Janeiro e deixa repórter sem graça ao vivo ao soltar palavrão

Bortolotto pergunta a jovem a situação do transporte naquele momento e Jaque, depois de pensar por um segundo, responde e pergunta se pode ser honesta.

TV ao vivo é uma das maiores e melhores fábricas de situações inusitadas da televisão, isso porque como a transmissão é praticamente simultânea, as possibilidades de edição são muito reduzidas e o que se vê acaba sendo a espontaneidade em muitos casos.

PUBLICIDADE


Bernardo Bortolotto estava cobrindo a situação do transporte público na estação Guaianases quando parou para entrevistar uma pessoa. A escolhida, por pura decisão do destino, foi uma jovem identificada como Jaque.

Bortolotto pergunta a jovem a situação do transporte naquele momento e Jaque, depois de pensar por um segundo, responde e pergunta se pode ser honesta. A resposta acabou deixando o repórter de cara no chão: “Posso falar a verdade? Uma bosta!”.

O repórter não conseguiu conter a risada e agradeceu a honestidade da jovem que seguiu comentando a situação do trem e afirmou que está havendo aglomeração, a despeito da pandemia. Bortolotto pergunta se está sendo cumprido o distanciamento no interior dos vagões.

PUBLICIDADE


“Que distância? Não existe, isso é Brasil”, responde a jovem. Logo ela segue em direção ao trem e Bortolotto encerra o link, agradecendo a honestidade da jovem e tecendo algumas críticas ao transporte público.

A reação do repórter não passou despercebida entre internautas, que comentaram a entrevista inusitada. Muita gente fez piada com as respostas de Jaque e destacaram que é, em grande parte, a opinião de quem usa e depende do transporte público para se locomover, não só em São Paulo.

PUBLICIDADE


Assista ao vídeo:

 

Autor