PUBLICIDADE

Rapaz filmado durante crime, confessa que esfaqueou a ex-namorada enquanto ela dizia que o amava; polícia conta detalhes

Mulher é morta por vários golpes por ex-companheiro.

Na segunda-feira, dia 22 de junho, a Polícia Civil prendeu um homem acusado de matar a sua ex-companheira.

PUBLICIDADE

O crime aconteceu em Goiânia, onde foi flagrado pelas câmeras de segurança no local de Jardim Curitiba IV. De acordo com informações dos oficiais, Wallifer Xavier, de 19 anos, confessou que matou a ex-namorada.

O jovem esfaqueou Adriana Massena, de 31 anos, porém, alegou que cometeu o crime para se defender da mesma.

Segundo informações de uma testemunha no local, a vítima morreu dizendo que amava o autor do crime e ainda pediu pela sua vida.

PUBLICIDADE

A mulher foi morta entre a noite do último dia 13 e a madrugada do dia 14 de junho. A mesma foi até a casa do ex-companheiro e logo depois os dois começaram a discutir no meio da rua.

PUBLICIDADE

De acordo com o boletim de ocorrência, após os dois terem começado a discussão, o rapaz acabou voltando para casa e pegou uma faca, logo depois saiu novamente para encontrar a mulher.

Ao chegar ao lado de fora, ele atingiu Adriana com vários golpes.

Wallifer Xavier se apresentou na Delegacia de Investigação de Homicídios e confessou o crime. Entretanto, alega que foi por legítima defesa.

Em seu depoimento, o jovem disse que a mulher tentou ferí-lo. Os oficias responsáveis no caso contaram que o mesmo afirmou que Adriana tentou o agredir com o capacete e fez tentativas de tirar sua vida. Porém, essas informações não são compatíveis com as imagens vistas pelas câmeras de segurança do local.

PUBLICIDADE

Pelo que já foi investigado, o jovem não aceitava o fim do relacionamento com Adriana, e as apurações apontam que este seja o motivo do crime.

Segundo familiares da vítima, o relacionamento entre os dois era conturbado e durou cerca de um ano e meio. O ex-casal já havia terminado o romance no dia do crime.

Ainda segundo os familiares, Wallifer tinha um comportamento agressivo e já havia agredido Adriana outras vezes, tanto fisica quanto verbalmente.

O exames e laudos sobre a mortes estão sendo feitos e são aguardados para concluir a investigação. O criminoso responderá por feminicídio.

Autor