PUBLICIDADE


Ratinho solta o verbo, defende Bolsonaro e detona imprensa: ‘a esquerda não se conforma’

O apresentador comentou sobre a prisão de Queiroz e defendeu o presidente.

A prisão recente de Fabrício Queiroz, ocorrida nesta última quinta-feira, dia 18 de junho, movimentou as redes sociais e fez com que muitos famosos falassem sobre o caso. Queiroz é acusado de estar diretamente envolvido em um esquema criminoso de ‘rachadinha’ na cidade do Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE


Esquema este que seria comandado por ninguém mais ninguém menos que o senador Flávio Bolsonaro, filho do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Quem falou a respeito da prisão de Fabrício Queiroz foi o conhecido apresentador Ratinho.

Ratinho já é um velho conhecido por sempre falar o que pensa sem se preocupar com que vão achar dele. O apresentador leva esse jeito de viver inclusive para o seu programa no SBT, o que lhe rende um alto índice de audiência toda vez em que se apresenta.

Ainda na quinta-feira, Ratinho deu uma entrevista para José Luiz Datena em seu canal no Youtube e massacrou a imprensa. O apresentador acredita que a imprensa quer tirar Bolsonaro do poder por não aceitar ter perdido as eleições no ano de 2018.

PUBLICIDADE


Ratinho ainda ressaltou que não é do partido de Bolsonaro e nem mesmo ‘bolsonarista’. Afirmou ser brasileiro e que defende o Brasil.

O famoso explicou que a grande imprensa não concorda com o atual governo e tenta fazer de tudo todos os dias para derrubar o presidente. “A grande imprensa está tentando derrubar o governo. A esquerda não se conforma”, disse Ratinho.

PUBLICIDADE


Ao falar da prisão de Queiroz, o apresentador ressaltou que Jair Bolsonaro não pode ser considerado culpado de nenhum crime que possa surgir futuramente. Defendendo a ideia de que Bolsonaro não pode ser responsabilizado pelos crimes do filho.

“E toda redação de jornal tem jornalista de esquerda. E eles tão batendo porque não aceitaram que perderam a eleição”, alegou ele em parte da entrevista.

 

Autor