PUBLICIDADE

Refresque a memória! Paredão falso já criou momentos icônicos no BBB, lembre-se

Alguns momentos muito marcantes surgiram a partir da dinâmica.

O anúncio de que o BBB21 teria um paredão falso animou muito os fãs do programa e não é por menos. A ideia da dinâmica foi inserida no programa em 2013, que acabou tendo Fernanda Keulla como ganhadora.

PUBLICIDADE

A brincadeira é simples: forma-se um paredão falso, um brother é “eliminado”, mas não sai da casa. Esse brother, ou sister, é levado a um quarto onde fica com acesso ao pay-per-view do programa por algumas horas.

Em 2011, Mau Mau foi eliminado do programa e, graças a votação do público, acabou voltando ao programa depois de ficar em uma casa de vidro dentro de um shopping. Sua volta marcou os participantes, mas o primeiro paredão falso mesmo só aconteceu em 2013.

PUBLICIDADE

No BBB13, Anamara foi escolhida pelo público para retornar ao jogo. Sua volta foi ao som de “O Portão”, de Roberto Carlos. Já no BBB16, foi a vez de Ana Paula ser escolhida para voltar ao reality.

Ana Paula era apontada como favorita para ganhar o programa, mas acabou sendo eliminada do jogo por agressão. Ao voltar do paredão falso, Ana Paula criou o célebre bordão “Olha Ela!”, que é lembrado até hoje.

PUBLICIDADE

No BBB17, Emily foi eliminada diretamente pelos participantes. O que ninguém sabia é que a eliminação era falsa e a sister passou um tempo em um quarto assistindo ao programa. Ela acabou se tornando vencedora daquela edição.

Gleici também soube aproveitar muito bem os benefícios da falsa eliminação. A sister ganhou o BBB18 depois de ser “eliminada”, ela enviou Patrícia ao paredão, que acabou sendo recorde de rejeição. Quando voltou ao jogo, Gleici eternizou o bordão novelístico: “Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta”.

PUBLICIDADE

Já no BBB19, Gabriela viveu o paredão falso mais relâmpago. A sister foi escolhida pelo público, mas nenhum participante fazia ideia, nem ela. Gabriela saiu pela porta, mas percorreu um corredor e voltou a despensa da casa, sem entender nada.

Autor