PUBLICIDADE

Sem seus feijões que prometiam curar o coronavírus, pastor Valdemiro corta alguns de seus funcionários da TV

Matéria relata crise que o pastor Valdemiro Santiago esta passando no tempo de pandemia.

Depois de toda a polêmica envolvendo o pastor Valdemiro Santiago, ele está em uma fase crítica em relação às suas finanças.

PUBLICIDADE

Tudo começou quando, recentemente, o pastor fingiu ter a cura para o Coronavírus e tentou vender aos seus fiéis em troca de R$1.000. Mas sua fraude durou pouco, pois o Ministério da Saúde o desmentiu, divulgando que aquilo tudo era farsa e ninguém ainda tinha descoberto nada contra esse vírus.

Além disso, Valdemiro deixou a quarentena de lado e abriu as portas de sua igreja levando as pessoas para lá, mas mesmo assim os dízimos não batem com as suas dívidas.

Muitas contas da Igreja Mundial estão com um enorme atraso, pois o dinheiro não entra, muito pelo contrário, o dinheiro só sai. Ele também decidiu acabar com uma boa parte das pessoas que trabalhavam para ele fazendo seu programa na televisão e no rádio.

PUBLICIDADE

Continua na próxima página

Santiago continua fazendo seus programas de TV, mesmo não podendo, e ainda pediu para que seus fiéis dessem uma quantia maior como dízimo, que seria como um sacrifício extra. Com esse dinheiro, especula-se que provavelmente ele irá tentar quitar suas dívidas.

PUBLICIDADE

Além disso, a alguns dias, o pastor publicou um vídeo dele falando que sua igreja iria acabar, uma vez que estava sem dinheiro algum para pagar as contas como água, luz, aluguel, dentre outras que o local poderia precisar no decorrer do tempo.

Em relação a cura que ele tinha inventado, ele foi obrigado a retiradar do seu canal do youtube. Muitos pastores, assim como Valdemiro, estão passando por uma enorme dificuldade, dentro deles, Silas Malafaia, Edir Macedo, estando este último infectado com coronavírus. E, antes disso, diversos pastores também abriram as portas das igrejas deixando muitos em risco, mesmo com recomendação de distanciamento social.

É necessário ressaltar que a situação econômica nacional provocada pela pandemia do coronavírus está prejudicando a todos.

Autor