PUBLICIDADE

Suíço é preso no Ceará acusado de manter ex em cárcere privado

Um homem de 60 anos, de nacionalidade suíça, foi preso no Ceará.

Um homem de 60 anos, de nacionalidade suíça, foi preso no Ceará sob suspeita de manter uma ex-parceira em cárcere privado. Além dele, um outro homem, suspeito de ter participação no crime, também foi detido.

PUBLICIDADE

Segundo informações da polícia, o homem agiu por não aceitar o fim do relacionamento. Os dois teriam vivido juntos por 15 anos, até que a mulher comunicou a decisão de seguir seu caminho separadamente. O homem não teria aceitado.

Segundo apuração dos investigadores, o homem teria forçado a ex-mulher a consumir entorpecentes, já planejando interná-la em uma clínica de reabilitação. A mulher vinha sendo mantida em cárcere dentro da clínica, pelo homem.

O delegado responsável pelo caso deu entrevista a filiada da TV Globo, a TV Verde Mares, e explicou o caso. A família da mulher teria ficado preocupada após alguns dias sem notícias dela, sem saber onde ela estava, e decidiu prestar denúncia.

PUBLICIDADE

A polícia começou a apuração do caso e descobriu relatos de testemunhas sobre um suposto sequestro. Pessoas afirmaram ter visto o momento em que a mulher foi colocada a força em um carro, por uma outra mulher e três homens.

A polícia se encaminhou até a clínica e localizou a mulher, que confirmou estar no local contra a sua vontade. O delegado Júlio César Chiarini ainda explica que a internação foi totalmente irregular, a polícia apreendeu telefones e documentos.

PUBLICIDADE

Ainda segundo Chiarini, o segundo homem preso era um secretário do município, responsável pela administração da clínica.

Autor