Thalia Ferraz terminou o relacionamento dois dias antes de ser morta pelo ex na noite de Natal: ‘o inferno vai chegar’, disse o homem

A Polícia Civil segue atrás do acusado de matar Thalia Ferraz, de apenas 23 anos.

Anúncios

A Polícia Civil segue atrás do acusado de matar Thalia Ferraz, de apenas 23 anos. O homem, um ex-namorado, teria cometido o crime por não aceitar o fim do relacionamento. Os dois haviam se separado no último dia 22, por decisão de Ferraz.

De acordo com um familiar que optou por não se identificar, Ferraz decidiu terminar o relacionamento porque não aguentava mais o ciúme do ex-parceiro. O homem, de acordo com informações desta testemunha, vinha demostrando ciúme excessivo, o que incomodou a jovem.

Anúncios

Os dois ficaram juntos por pouco tempo, cerca de um mês apenas. Nesse tempo, Ferraz chegou a morar na casa do suspeito por alguns dias, mas saiu de lá e passou a morar com a irmã, que era vizinha do homem, depois de terminar o relacionamento.

Anúncios

Antes de cometer o crime, o homem chegou a mandar mensagem para a vítima com uma ameaça. Dias antes, ele já tinha confrontado a vítima, com agressões e ameaças, mas a Polícia Militar não foi acionada. O delegado que acompanha o caso lamentou a falta de denúncia.

Um dos motivos pelos quais esse tipo de crime acaba chegando ao fim trágico da morte da vítima é a falta de denúncia, assim como a lentidão da Justiça. Em muitos casos, a mulher não acredita nas ameaças até que seja tarde demais.

O homem fugiu logo depois de matar Thalia Ferraz. Ele invadiu a casa onde ela estava e efetuou disparos contra a jovem, que tentou se esconder no banheiro.

 

Foto do autor
Roberta R
Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.

Publicado em: