Uzbequistão inova para não cancelar vestibular e evita prejudicar mais de um milhão de estudantes na pandemia de covid-19

A pandemia do coronavírus tem imposto muitas mudanças na vida de professores e alunos. O Uzbequistão organizou uma forma de não prejudicar os alunos que se prepararam para o vestibular.

ANÚNCIOS

Mesmo com os avanços em pesquisas, a verdade é que a pandemia do novo coronavírus ainda está longe de terminar completamente. Governos de todo o mundo tentam encontrar formas de não interromper completamente suas atividades.

O Uzbequistão conseguiu encontrar uma forma criativa e, a princípio, segura para não precisar cancelar o vestibular deste ano. Mais de 1 milhão de alunos poderiam ser prejudicados, mas o país conseguiu driblar esse risco fazendo uso de um recurso que todos temos: ar livre.

O país tem atualmente cerca de 150 mil vagas no ensino superior e foram cerca de 1,4 milhão de alunos prestando a prova. O processo completo vai levar duas semanas para ser concluído. Serão vários dias de prova, realizadas em um estádio.

ANÚNCIOS

As mesas foram dispostas a uma distância segura umas das outras e os alunos tiveram 3 horas para entregar o documento. De acordo com artigo da agência Reuters, para aqueles que estavam na sombra, o clima estava agradável.

No entanto, para os alunos que estavam diretamente sob a luz do sol, foi registrado um calor desconfortável.

O país tem a volta das aulas presenciais para o dia 14 deste mês, mas pode voltar a modalidade online a depender das circunstâncias. Nas Universidades as aulas seguem a distância por tempo indeterminado.

O país precisou enrijecer novamente as regras de distanciamento depois de viver um aumento significante nos números de contágio e precisar tomar medidas.

Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.