PUBLICIDADE

Vacina contra a covid-19 começará a ser testada em Salvador com 5 mil voluntários

Cerca de 5 mil pessoas irão participar do teste e todos serão recrutados pela internet.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, os testes da vacina contra a covid-19 realizadas no Brasil estão em estágio bem avançado.

PUBLICIDADE

A vacina que está sendo realizada pela Universidade de Oxford e pela empresa farmacêutica AstraZeneca será testada na cidade de Salvador. O instituto que organiza a vacina no Brasil afirmou que a partir do dia 10, sexta-feira, os testes seriam realizados na Bahia.

O Instituto D’Or cuida das fontes de imunização em Salvador e no Rio de Janeiro, e o instituto paulistano, UNIFESP, cuida dos testes realizados em São Paulo. De acordo com a Organização das Nações Unidas, a vacina que está sendo testada no Brasil é a mais avançada em todo mundo.

A declaração foi feita pela cientista-chefe da ONU, Soumya Swaminathan, e, de acordo com a pesquisadora, há outras vacinas que estão em estágio bem avançado como a imunização criada pela farmacêutica AstraZeneca no Brasil. Essas estão entre os mais de 200 projetos de vacina contra a covid-19. E 15 já entraram em fase de testes clínicos, que são quando são aplicados em seres humanos.De acordo com o protocolo seguido no país, o qual está sendo seguido no estado de São Paulo e Rio de Janeiro e a mesma forma será em Salvador, os voluntários que irão participar da vacina terão que ter de 18 a 55 anos de idade, precisam ser profissionais da saúde ou indivíduos que tenham uma alta exposição ao vírus, além de não terem sido contaminados até agora.

PUBLICIDADE

São cerca de 5 mil pessoas que irão participar do teste. Todos os voluntários do programa em Salvador serão recrutados pela Internet, terão que preencher um cadastro, responder um questionário e, se forem habilitados, irão participar do estudo.

Os candidatos serão acompanhados por profissionais da saúde a todo tempo e duas vacinas serão aplicadas, mas os voluntários não irão saber se receberam a vacina de Oxford ou a vacina de controle.

PUBLICIDADE

Esses resultados são importantes para saberem sobre a segurança da vacina, saberem o poder de imunização que ela possui. Muitas etapas ainda serão percorridas, mas os cientistas estão confiantes.

 

Autor