in ,

Vacina contra a Covid-19 poderá chegar ao Brasil já no próximo mês de novembro

A Bahia já fechou contrato para a compra de 50 mil de doses da vacina desenvolvida pela Rússia, que promete oferecer imunidade contra o novo coronavírus, apesar das muitas críticas feitas ao medicamento.

Rui Costa, governador da Bahia, já confirmou o acordo para a aquisição do imunizante que encontra-se na fase 3 de testes. Vale lembrar que apesar de ser uma das mais adiantadas do mundo, é também uma das mais criticadas.

A comunidade científica desconfia da Rússia por não fornecer os dados relacionados ao desenvolvimento deste medicamento. Até o momento não foi revelado quais seriam os valores estabelecidos e nem se há um prazo para que a vacina comece a ser entregue ao estado.

Segundo o governador, essa vacina poderá ser adquirida assim que realmente for considerada segura e já contar com a aprovação dos órgãos competentes.

Além disso, o que mais tem chamado a atenção nesse acordo é que a expectativa é de que as doses comecem a ser entregues já no próximo mês de novembro. Entretanto, para isto, é necessária a aprovação das autoridades brasileiras responsáveis pela regulamentação do medicamento. Foram realizados testes com 40 mil voluntários e o resultado pode ser publicado a partir do mês que vem.

Em seu perfil no Twitter, Rui Costa fez uma postagem hoje confirmando o acordo. O Paraná também já fechou um trato com o Instituto de Pesquisa Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento do imunizante russo. Porém, não há previsão de quando finalmente a população terá acesso.

Escrito por Russel Morais

Aqui você encontra as últimas notícias sobre famosos, novelas, reality, televisão e muito mais. Tem sempre uma matéria nova para você conferir e ficar por dentro de tudo.