PUBLICIDADE


Vídeo de professor fazendo rabo de cavalo em aluno volta a viralizar na internet

A criança estava com os cabelos soltos e pediu ao instrutor para que fizesse uma trança e prendesse o cabelo em um rabo de cavalo. A reação do professor foi imediata.

Qual o papel de um professor na vida de um aluno? Talvez alguns pensem que se trata apenas de entrar na sala de aula e repassar um conteúdo previamente determinado, outros talvez acreditem que se trata de dar o exemplo. É possível concordar que se trata de ambas as coisas, mas também o esforço de tratar a todos os alunos com cuidado, afeto e dignidade.

PUBLICIDADE


O vídeo de um professor se ajoelhando para prender o cabelo de um aluno que estava fazendo exercício físico voltou a viralizar nas redes sociais. Embora tenha sido filmado ainda em 2019, o vídeo comoveu internautas por mostrar o cuidado do professor com seu aluno. Muitos internautas lamentaram que essa seja uma exceção e não uma regra.

O caso se tornou um viral nas redes sociais principalmente pela maneira natural que o professor se ajoelha e atende o pedido do pequeno aluno. A criança estava com os cabelos soltos e pediu ao instrutor para que fizesse uma trança e prendesse o cabelo em um rabo de cavalo. A reação do professor foi imediata.

PUBLICIDADE


Depois foi divulgado, embora sem confirmação, que o homem possui duas filhas e tem alguma familiaridade com os sensíveis cabelos infantis e por isso não hesitou em atender o pedido do aluno em questão. A cena é realmente muito sensível, especialmente porque percebe-se que a criança confiava e estava confortável com o professor.

A cena também levantou o debate do porque cenas como essa ainda serem vistas com tanta surpresa. Muitos internautas destacaram que o tratamento humano, respeitoso e afetivo deve ser dado a toda criança, independente da posição que o adulto em questão ocupe, mas também apontaram que como professor da rede infantil ele precisava estar pronto para lidar com esse tipo de situação de qualquer forma. A cena voltou a circular nas redes sociais.

PUBLICIDADE


Autor