PUBLICIDADE

Vítima de acidente de moto que foi arrastada por 33 km por caminhão morre no hospital

O acidente aconteceu em Santa Catarina.

Sandra Aparecida Pereira, de 47 anos, residente da cidade de Balneário Camboriú, era a mulher que estava na garupa da moto que foi arrastada por 33 quilômetros por um caminhão.

PUBLICIDADE

O acidente aconteceu ontem no estado de Santa Catarina, na altura do município de Penha, Anderson Antônio Pereira, 49 anos, era quem pilotava a moto, no momento do acidente Sandra teve ferimentos graves, não foi socorrida e ficou no local onde o acidente aconteceu.

Já Anderson ficou preso na moto enquanto ela era arrastada pelo caminhão, ele conseguiu escalar a cabine do caminhão até a porta do motorista que mesmo assim não parou, apesar de implorar para que o caminhoneiro parasse isso não aconteceu.

O caminhão só foi parado pela Polícia Militar em Balneário Camboriú, ele foi agredido por populares. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o motorista fez o teste do bafômetro e o resultado deu negativo. Porém, a PRF informou que o motorista do caminhão não estava em condições normais, aparentemente sob o uso de entorpecentes.

PUBLICIDADE

Sandra foi socorrida em estado grave por um helicóptero do Corpo de Bombeiros, ela estava internada no hospital Marieta Konder Bornhausen, por causa das gravidades dos ferimentos a vítima não resistiu e foi à óbito.

Sandra deixa o marido e um filho de 22 anos, ela era gerente financeira da loja Móveis Brasília em Balneário Camboriú. O casal passeava com a moto Kawasaki, realizavam um sonho que terminou de forma trágica.

PUBLICIDADE

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Aconteceu em Joinville (@aconteceuemjoinville)

Autor