Vítima de acidente de moto que foi arrastada por 33 km por caminhão morre no hospital

O acidente aconteceu em Santa Catarina.

ANÚNCIOS

Sandra Aparecida Pereira, de 47 anos, residente da cidade de Balneário Camboriú, era a mulher que estava na garupa da moto que foi arrastada por 33 quilômetros por um caminhão.

O acidente aconteceu ontem no estado de Santa Catarina, na altura do município de Penha, Anderson Antônio Pereira, 49 anos, era quem pilotava a moto, no momento do acidente Sandra teve ferimentos graves, não foi socorrida e ficou no local onde o acidente aconteceu.

Já Anderson ficou preso na moto enquanto ela era arrastada pelo caminhão, ele conseguiu escalar a cabine do caminhão até a porta do motorista que mesmo assim não parou, apesar de implorar para que o caminhoneiro parasse isso não aconteceu.

ANÚNCIOS

O caminhão só foi parado pela Polícia Militar em Balneário Camboriú, ele foi agredido por populares. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o motorista fez o teste do bafômetro e o resultado deu negativo. Porém, a PRF informou que o motorista do caminhão não estava em condições normais, aparentemente sob o uso de entorpecentes.

Sandra foi socorrida em estado grave por um helicóptero do Corpo de Bombeiros, ela estava internada no hospital Marieta Konder Bornhausen, por causa das gravidades dos ferimentos a vítima não resistiu e foi à óbito.

Sandra deixa o marido e um filho de 22 anos, ela era gerente financeira da loja Móveis Brasília em Balneário Camboriú. O casal passeava com a moto Kawasaki, realizavam um sonho que terminou de forma trágica.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Aconteceu em Joinville (@aconteceuemjoinville)

Foto do autor
Fabiana Batista
Jornalista digital, experiência em criação de conteúdo informativo e imparcial. Verdade e liberdade de expressão são essenciais na vida do cidadão.

Publicado em: