PUBLICIDADE


Vocalista do grupo Aglomerou comenta sobre a Live interrompida por ação policial: ‘lugar errado, na hora errada’

A Polícia Civil confirmou que a operação tinha como alvo a casa vizinha ao salão de festas onde o evento estava sendo realizado. João Vitor, músico da banda, afirma que todos foram pegos de surpresa.

A banda Aglomerou acabou protagonizando uma cena bizarra que chocou a Internet, no último domingo (26). Enquanto realiza a Live, o grupo foi surpreendido por ação da PM e teve o evento interrompido por um intenso tiroteio. Tudo foi transmitido ao vivo.

PUBLICIDADE


O vocalista do grupo, João Vitor, concedeu algumas entrevistas após o fato para falar sobre o que aconteceu. João afirma que o grupo vinha organizando o evento há meses, procurando por patrocinadores e um espaço para realizar a Live.

No entanto, o investimento não durou mais que 16 minutos. A polícia civil confirmou que a operação tinha como alvo a casa vizinha ao salão de festas onde o evento estava sendo realizado. João Vitor afirma que todos foram pegos de surpresa.

Nos vídeos, percebe-se que os integrantes da banda se atentaram a entrada de policiais na propriedade, mas tentaram continuar tocando, até que o som de tiros e a chegada de um helicóptero fez com que todos corressem para se proteger.

PUBLICIDADE


A banda é composta por apenas 4 membros, mas outras 16 pessoas estavam no local participando da produção do evento. João Vitor lamentou a interrupção da Live, mas também destacou que o grupo tem tentado aproveitar a exposição que vem recebendo.

A Léo Dias, o vocalista confirmou que uma nova Live esta marcada para o dia 3 de agosto. O grupo vem recebendo grande atenção e procura reverter isso em algo positivo depois da experiência traumática.

PUBLICIDADE


Autor