PUBLICIDADE


Carlinhos Vidente acerta a saída de ministro, fala de Queiroz, e faz previsões sobre o STF

O vidente Carlinhos divulgou novos vídeos nos quais ele afirma ter previsto a saída do ministro da Educação e comenta outros assuntos.

O Brasil acordou nesta quinta-feira (18) com uma notícia que com certeza abalará o mundo da política. Após um longo período de buscas, finalmente a Polícia conseguiu chegar até a localização de Fabricio Queiroz, que é ex-assessor e ex-motorista do filho do presidente da república, Jair Bolsonaro. Ele foi preso na cidade de Atibaia, que fica no interior do estado de São Paulo.

PUBLICIDADE


Outra notícia que abala as estruturas do governo Bolsonaro foi a declaração de Abraham Weintraub. O agora ex-ministro da Educação anunciou sua saída do cargo na manhã desta quinta-feira. Ele fez um vídeo que foi divulgado nas redes sociais e na oportunidade ele aparece ao lado do presidente. Até o momento não foi informado o seu substituto.

Por conta de tantas novidades, o vidente Carlinhos divulgou novos vídeos nos quais ele disse ter previsto a saída do ministro da Educação. Abaixo você pode ver a mídia na qual ele disse ter acertado alguns acontecimentos como este. Assista ao vídeo na íntegra.

PUBLICIDADE


 

Continua na próxima página

PUBLICIDADE


Outro vídeo do vidente que tem dado o que falar é sobre a previsão que ele também diz ter feito da prisão de Queiroz. Nessa publicação, o vidente disse que havia previsto que o ex-assessor seria preso e ainda comentou algumas novas previsões do que acontece depois.

No vídeo que você pode ver logo abaixo, também é falado sobre o presidente, se ele está se preparando para aplicar um possível golpe contra o STF ou não, já que Bolsonaro afirmou várias vezes que o Supremo está cometendo atitudes criminosas e que ele, como presidente, pode agir assim de uma forma ou de outra. Confira.

O vidente Carlinhos é uma das personalidades mais conhecidas no YouTube, graças a algumas previsões que ele disse ter acertado, como a queda de Dilma Rousseff, o acidente da Chapecoense e a tragédia de Brumadinho.

PUBLICIDADE


 

Autor